Embaixada da Austrália
Brasil

Cooperação para o Desenvolvimento

Cooperação para o Desenvolvimento

 

Programa de Ajuda Direta (DAP)

O Programa de Ajuda Direta é um programa flexível de pequenos doações financiado pelo governo da Austrália e gerenciado pelo Ministério de Relações Exteriores e Comércio da Austrália. O objetivo do programa é auxiliar iniciativas locais de desenvolvimento, abordar a situação humanitária nos países em desenvolvimento e, ao mesmo tempo, cumprir os objetivos da Austrália de diplomacia pública e de relações internacionais.

As inscrições para a Primeira Fase do ciclo 2016/2017 do Programa de Ajuda Direta (DAP) foram encerradas às 0h do dia 1º de julho. O resultado da 1ª Fase será disponibilizado apenas aqui no dia 1 de agosto. Os projetos selecionados para a Segunda Fase serão contatados pela Coordenadora do DAP e receberão a documentação para a 2ª Fase por e-mail.

Dúvidas deverão ser esclarecidas apenas pelo e-mail dap.australia@dfat.gov.au

 

UTI Amiga da Criança

A UTI Amiga da Criança foi um dos projetos sociais agraciados no último ciclo do DAP e fica no Hospital Filantrópico São Francisco de Assis, em Jacareí, interior de São Paulo. A UTI pediátrica acolhe uma média de 11 crianças por mês com doenças graves ou que sofreram algum tipo de acidente e tem como objetivo oferecer as melhores condições possíveis para essas crianças durante seu tempo de internação.

Para isso, o hospital já conseguiu decorar as paredes com temas infantis e comprar alguns brinquedos que ajudam muito na recuperação das crianças, além de distraí-las durante este tempo tão difícil. Uma equipe incrível também faz parte da recuperação dos pequenos, levando alegria para a UTI todos os dias.

O Programa de Ajuda Direta da Embaixada da Austrália doou para a UTI equipamentos como guindastes para transposição, cadeiras de rodas adaptadas, cadeiras para banho, tendas para oxigênio, assentos adaptados para bebês, móbiles, mesas para refeições e cadernos de colorir!

A UTI Pediátrica é referência no SUS para 8 cidades do Vale do Paraíba e geralmente atende crianças que precisam de um período de internação prolongado, no qual a criança passa por várias fases até receber a alta, passando muito tempo deitada e sem poder ser movida.

São crianças de 0 a 12 anos que precisam se manter ativas para prevenir o acúmulo de secreção nas vias respiratórias e possíveis atrasos e/ou alterações de desenvolvimento.

Sendo assim, todas as doações e contribuições geram retornos imediatos para as crianças, como conta a Terapeuta Ocupacional e colaboradora do projeto, Adriana Rodrigues:

“Com a ajuda da Embaixada da Austrália as boas experiências se multiplicaram: cada criança que sai do leito para tomar um banho de chuveiro com a cadeira de banho especial, que sai do leito para passear na cadeira de rodas (para tetraplegia), são experiências simples que trazem a vida de volta! Um sorriso, o brincar, o sentar, se tornam momentos únicos para a criança, para a família e para nós profissionais. Posso dizer sem medo de errar que a nossa UTI passou para um outro padrão de qualidade com a ajuda da Embaixada. Sem falar que a vinda da Viviane e da Elizabeth foi um diferencial para nós, porque queríamos mostrar o quanto tudo isso é importante, e elas vieram com tanta alegria para ver de perto o nosso trabalho. Isso tudo é muito gratificante!”

Se você quiser conhecer mais sobre o Hospital, acesse: https://www.facebook.com/hospitalsaofrancisco/

 

Endereço : R. ERNESTO DUARTE, 70 – PQ. CALIFÓRNIA – CEP 12311-200

Cidade e Estado: JACAREÍ/SP

E-mail: comunicacao@hospitalsaofrancisco.org.br                                                      Website: www.hospitalsaofrancisco.org.br

 

 

 

ONG Semente do Amanhã

A ONG Semente do Amanhã é uma instituição social de Bangu, no Rio de Janeiro, que há 28 anos vem fazendo um trabalho fantástico com as crianças e jovens da comunidade. O principal objetivo da ONG é afastar crianças e adolescentes desfavorecidos da influência do tráfico de drogas e da prostituição, por meio de oficinas de jiu-jitsu, ginástica rítmica, dança contemporânea, ballet, teatro e cidadania.

As crianças moram na comunidade Vila Aliança, que não oferece nenhuma atividade cultural ou esportiva. Logo, a ONG é o único local onde estes jovens conseguem ter contato com esportes e artes gratuitamente.

Uma pesquisa realizada pela ONG revelou que as escolas públicas da região também não tem condições de oferecer aos alunos atividades extras curriculares de artes ou esportes, e que os centros culturais e esportivos não são gratuitos. Além disso,  a distância até os polo culturais do governo impedem que as crianças, que não têm condições de pagar pelo transporte, tenham contato com estas atividades.

Sendo assim,  a ONG Semente do Amanhã acaba se tornando a única solução para que as crianças e jovens de uma das comunidades mais carentes do Rio de Janeiro tenham algum incentivo ao esporte e à cultura em um ambiente confiável.

A ONG semente do Amanhã se inscreveu no Programa de Ajuda Direta do governo Australiano e foi agraciada com materiais que tornaram realidade o projeto de

Receber  200 Crianças e adolescentes para  atividades esportivas e culturais no contra turno escolar sem distinção de gênero; Apresentar atividades culturais para desenvolvimento intelectual e pessoal dos alunos;  Melhorar a saúde física, mental e social dos alunos; Elevar a autoestima dos atendidos, de suas famílias e comunidade; Diminuir a evasão escolar; Fazer com que todas as crianças e adolescentes atendidos tenham leitura fluente e conheçam seus direitos e deveres como cidadãos; Ensinar o pensamento crítico a realidade local e do mundo para todos os alunos;

A ONG segue ativa, e com muito trabalho e dedicação, ajuda todos os dias a mudar as vidas de crianças e adolescentes que levarão para sempre os aprendizados da ONG. São as sementes de um amanhã melhor.

Saiba mais sobre o projeto:

https://www.facebook.com/ongsementedoamanha/?fref=ts

Projeto Motivar

O Projeto Motivar atua há alguns anos como uma ferramenta de transformação social em uma das comunidades com maior índice de tráfico e uso de drogas e de mortalidade infantil do Rio Grande do Norte: a Comunidade da Vila de Ponta Negra, de Natal.

O objetivo do Projeto é a proteção integral das crianças e adolescentes da comunidade da Vila de Ponta Negra , através de programas  que incentivem a cidadaniam como aulas de surf, yoga, educação ambiental, inglês, xadrez, artes cênicas e fisioterapia preventiva. Além disso, oferecer um meio alternativo de geração de renda para as famílias dos alunos é essencial para o projeto.

Com a doação oferecida pelo governo australiano ao projeto motivar, além de materiais para as oficinas infantis, uma série de novas máquinas de costura foram adquiridas! Elas possibilitaram o funcionamento de uma Oficina de Eco Bags, na qual os familiares das crianças auxiliadas pelo projeto  produzem bolsas que são vendidas na cidade. 60% do valor das vendas fica com as famílias, e os outros  40% são destinados à sustentabilidade do  projeto!

O projeto está a todo vapor, e gera incessantemente a inclusão e transformação social dessas crianças e seus familiares, a diminuição da pobreza, a auto suficiência, o empoderamento, a auto estima e cidadania dos alunos, sempre fortalecendo e transformando a comunidade como um todo.

Saiba mais sobre o projeto:

https://www.facebook.com/projetomotivar/

Arte em pneus: uma solução socio-ambiental!

Assim é nomeado um dos principais projetos da Associação Dorcas Alagoas Querendo Viver, que fica em Maceió e há algum tempo criou um projeto que tem como objetivo unir estes dois fatores tão importantes para o desenvolvimento dos jovens e adultos os quais auxiliam: responsabilidade social e sustentabilidade!                                                                                   

Com esta ideia em mente, foram criados workshops de reciclagem de pneus para jovens e adultos de famílias carentes de três cidades do estado de Alagoas: Maceió, Pilar e Coruripe. Nestas oficinas os alunos aproveitam os materiais antigos e muitas vezes descartados incorretamente para produzir móveis e objetos de decoração novinhos em folha.

Assim, tirando os pneus do meio ambiente, o projeto promove a redução dos impactos ambientais causados pelo descarte de pneus e reutilizando essa matéria prima nas aulas. Além disso, este reaproveitamento aumenta ainda mais a rentabilidade do projeto, que serve como um meio alternativo de renda para as famílias dos alunos.

Para saber mais sobre o projeto, procure:

Associação Dorcas Alagoas Querendo Viver

www.projetopesqueiro.org

 

 


Uma pirueta, duas piruetas, bravo, bravo!

O Projeto Circo Social é uma iniciativa do Instituto Ser Educacional e da UNINASSAU, de Recife, que tem como objetivo educar, entreter e habilitar jovens com Síndrome de Down e deficiência intelectual por meio de atividades circenses.

Depois de dois anos de atuação, o projeto atende atualmente uma turma de 30 adolescentes com algum tipo de deficiência intelectual. Durante o projeto, os jovens participam de oficinas de acrobacia, equilíbrio, malabares, aéreo, balé clássico, passeios culturais e oficinas de habilidades conduzidas por 04 educadores e 01 monitor, e no final deste semestre todos os alunos farão uma grande apresentação para demonstrar tudo que aprenderam no projeto!

Outro fator importante do Circo Social são os encontros com familiares, uma demanda que surgiu depois que os orientadores perceberam que os pais dos alunos os levavam para as aulas e ficavam no espaço do projeto até o final, trocando experiências. Foi isso o que motivou a equipe a realizar estes momentos de escuta, troca e acolhida.

Além de tudo isso, o Instituto oferece aos alunos e às famílias supervisão pedagógica e orientação social! Com o intuito de integrar estas famílias na sociedade, as orientações sociais são dirigidas por uma assintente social, que atende os alunos e suas famílias.

O Circo Social foi selecionado como um dos contemplados do Programa de Ajuda Direta da Embaixada da Austrália, e recebeu este ano equipamentos para as aulas, uma lona de circo, suporte para lanches, uniformes, mochilas e materiais de divulgação, com o intuito que este belo projeto possa crescer ainda mais!

Saiba mais:

http://www.mauriciodenassau.edu.br/galeria/detalhar/cid/1/gal/1582/fid/1

http://www.mauriciodenassau.edu.br/noticia/exibir/cid/1/nid/4824/fid/1

http://etceteracoisaetal.com.br/index.php/2016/03/11/integrantes-da-embaixada-da-australia-visitam-projeto-do-grupo-ser-educacional/

http://www.paulistaatualizado.com.br/2016/03/integrantes-da-embaixada-da-australia.html

http://www.sereducacional.com/noticias/representantes-da-australia-visitam-o-circo-social

https://twitter.com/uninassau?lang=pt

www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2016/03/11/interna_vidaurbana,632090/australia-apoia-projeto-de-integracao-pernambucano.shtml+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

http://www.impresso.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/cadernos/vida-urbana/2016/03/11/interna_vidaurbana,139645/australia-apoia-projeto-de-integracao.shtml

 

Instituto Ser Educacional

Telefone (com DDD): 81 3412-6255

E-mail: circosocialuninassau@gmail.com

 

    

Reduzir, reutilizar, reciclar

Programando o Futuro. Assim o grupo de Valparaíso de Goiás – GO, resolveu nomear o projeto que realmente muda futuros, há mais de 15 anos!

A organização tem duas vertentes. Uma de capacitação de jovens e adultos em técnica em informática (com isso eles esperam ajudar os alunos a ingressarem mais facilmente no mercado de trabalho) e outra de reuso de computadores e reciclagem e descarte correto de lixo eletrônico.

O projeto que recebeu o apoio do DAP, chamado Estação de Metarreciclagem, além de ajudar a comunidade local, está espalhado por todo o Brasil e conta com outras parcerias que estabelecem um conjunto de ações e políticas públicas, como o programa Liberdade Assistida, Inclusão Digital, Cultura para Todos, Tecnologias Sociais, Juventude Viva e a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Muitos dos computadores que eles reutilizam, resgatam ou reciclam, são doados para estas iniciativas.

O Programando o Futuro ajuda e muito a construir um país melhor. Até hoje, já foram mais de 5.000 alunos capacitados, mais de 6.000 computadores doados a 19 estados brasileiros, o estágio remunerado de mais de 300 alunos e também a realização mais de 90 palestras e atividades de educação ambiental por onde circularam mais de 30 mil pessoas. Além de tudo isso também promoveram a correta destinação de mais de mil toneladas de resíduo eletrônico!

Com a ajuda do Programa de Ajuda Direta da Austrália, a organização conseguirá elaborar 50 mil cartilhas educativas para os alunos do projeto e para conscientização do público e a implantar mais de 20 novos postos de descarte de lixo eletrônico em 10 cidades de Brasília, disponíveis a toda a população.

Se você quiser conhecer mais sobre o projeto, confira o site: www.doeseucomputador.org.br


 


 

Bolsas de Australia Awards Fellowships

Por meio do Programa de Bolsas de Australia Awards Fellowships, as organizações Australianas podem solicitar financiamento (AUD $35,000 por participante) para apoiar uma série de atividades destinadas ao desenvolvimento da capacidade de liderança e conhecimentos especializados nos países elegíveis como o Brasil. Leia mais no site do Programa.